Fragmentos

O vírus e a bolha

Nenhum sinal de que o banco central americano vá recuar de seu keynesianismo delirante, sua maquininha produtora de bolhas.

Pelo contrário, tudo indica que o colapso recente do petróleo vai levar esta insanidade a novos patamares.

Não há melhor momento para testemunhar a verdade crucial de nosso tempos:

não conhecemos e não controlamos sistemas complexos: nossos corpos, nossas almas enredadas, os sistemas sociais, os sistemas econômicos e os ecossistemas mais amplos que possibilitam tudo isto,

mas fingimos o reverso. O preço vai ser enorme.

O vírus estourou a bolha.

Padrão